A importância de um Mentor Capacitado

A importância de um Mentor Capacitado

Existe uma história interessante que é mais ou menos assim…

Havia um grande e poderoso  rei, e um belo dia ele recebeu o pedido de ajuda de um dos seus súditos, que buscava um conselho afim de tomar uma decisão muito importante.

Esse súdito disse ao Rei que vivia fazendo coisas indevidas, e que gostaria de mudar para  não continuar a  cometer os mesmos erros,  mas que mesmo se esforçando para mudar ele não conseguia a tão buscada mudança.  O rei, muito sábio e poderoso, lhe deu um cálice cheio de vinho, e disse que ele deveria atravessar a cidade e entregar o cálice a ele, sem derramar nenhuma gota sequer.

O rapaz disse que não conseguiria, então o rei lhe disse, que se ele não conseguisse, e derramasse uma gota sequer do cálice, ele lhe cortaria a cabeça. O rapaz saiu, devagar, com os olhos fixados no cálice. Atravessou a cidade conforme ordenara o Rei, com todo cuidado do mundo , até que, finalmente, conseguiu chegar à presença do rei novamente, sem derramar nenhuma gota do cálice conforme o Rei ordenara. . O rei, feliz por ele ter se esforçado e  conseguido, lhe disse:

Você não viu as mulheres bonitas que estavam no caminho enquanto vinha até à minha presença ? Não viu as pessoas pr aí  festejando, se embebedando , e se divertindo? O súdito lhe respondeu: Prezado Rei, eu não vi pois  estava com os olhos fixos no copo conforme me pedira. O rei então  sorriu e disse: Se você fixar os olhos em Deus, como fez com o cálice, terá a força que precisa para vencer as tentações e não cometerá mais as falhas pelas quais tem sido castigado. Olhe para Deus e deixe-o ser o rumo da sua vida!

Essa história nos mostra que devemos ter foco! Foco em DEUS. E isso não é impossível, mas as coisas que estão ao nosso redor muitas vezes nos distraem.

“Prossigo para o alvo, a fim de ganhar o prêmio do chamado celestial de Deus em Cristo Jesus” Filipenses 3:14

Levando esse caso para a vida pessoal

Quantas vezes nos distraímos com Redes Sociais, com novelas, com séries da Netflix e sem percebermos nossa vida não sai do marasmo que muitas vezes reclamamos. O que mais ouvimos das pessoas hoje em dia é que elas não tem ” Tempo”. Entretanto, nunca se vendeu tanto entretenimento quanto agora, principalmente em tempos de pandemia.

Não que seja errado nos distraírmos, assistirmos Netflix etc. Contudo, o tempo desperdiçado nunca mais volta e se focássemos nosso tempo em aprimoramento e estudo, certamente colheríamos muito mais resultados positivos do que muitas vezes colhemos.

No caso do súdito, o medo foi tão grande que ele não viu as distrações que outrora o controlavam e conquistou o seu objetivo. Por quê muitas vezes por exemplo nosso corpo nos dá sinal de fadiga e ao invés de nos cuidarmos preferimos tomar um analgésico, um anti inflamatório até que vem por exemplo um problema de coluna, de coração etc?

Ao invés das pessoas se relacionarem entre sí, costurar relacionamentos, muitas vezes preferem discórdia e solidão. Preferem omissão, preferem deixar os sonhos naufragarem.

O medo paralisa mas a ameaça nos obriga a agir?

Quando estamos com medo de algo nossa tendência é recuar, desistir, parar com tudo. Mas quando há alguma grande ameaça, como essa de morte, por quê então agimos?  Ou melhor, por quê algumas pessoas se esforçam dia a dia ao passo que outras somente quando estão prestes a perder algo( ou alguém) é que pensam em mudar de atitude?

Isso serve , e muito, para os relacionamentos. Quantos casamentos desfeitos por não vermos nossos defeitos dia após dia até que chega ao ponto do cônjuge não mais suportar e pedir o divórcio?

Que sejamos mais cuidadosos e atentos conosco, e com quem amamos.

Maria Vilich

Maria Vilich

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: