Pesquisa revela que 50% dos infectados pelo coronavírus apresentam sequelas longas

Pesquisa revela que 50% dos infectados pelo coronavírus apresentam sequelas longas

Uma pesquisa da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) aponta que 50% das pessoas infectadas pelo coronavírus apresentaram sequelas que podem durar mais de um ano, a chamada covid longa. Após a fase aguda da doença, persistem sintomas como cansaço extremo, dificuldade para respirar, perda de olfato ou paladar e dores de cabeça. A Fiocruz destaca também outras consequências da doença, como insônia, ansiedade e tonturas. 80 voluntários que sofrem com sequelas estão sendo monitorados em um projeto inédito no Brasil.

Nosso Whatsapp: https://jornaldarecord.r7.com/whatsapp
Inscreva-se no canal Jornal da Record: http://r7.com/mYfx
Assista às íntegras no PlayPlus: https://www.playplus.com
Facebook: https://www.facebook.com/JornalDaRecord/
Instagram: https://www.instagram.com/jornaldarecord
Twitter: https://twitter.com/jornaldarecord
Site oficial: https://noticias.r7.com/jr-na-tv

#JornaldaRecord #Jornalismo #RecordTV

Rate this post
Maria Vilich

Maria Vilich

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: